Todos os posts (1300)

Classificar por

TABELA DE COMUNICAÇÃO OU QUADRO FALANTE

Meus queridos,

boa tarde!

Tenho recebido alguns pedidos e abaixo deixo duas tabelas de comunicação ou quadro falante para serem usadas no diálogo com a pessoa que está com dificuldades de falar devido a evolução da ELA.

As tabelas abaixo foram enviadas ontem pelo nosso querido André Stropa. Foram confeccionadas por profissionais, pacientes e familiares.

(já nem sabemos o autor rsrsrs!)

envio anexo!

Beijos de carinho.

Vania

tabela.doc

Quadro Falante.doc

Saiba mais…

Neurotoxina encontrada
em peixes do Mar Báltico

Investigação detecta toxina em arenques, robalos e moluscos mas em concentrações não prejudiciais

2010-05-04


em peixes do Mar Báltico" href="http://www.addthis.com/bookmark.php?v=250&pub=xa-4a8ad0511651e83f"">

Alguns peixes e moluscos do mar Báltico estão contaminados com uma toxina que podem provocar problemas neurológicos.

Os autores do estudo, agora publicado

no «Proceedings of the National Academy of Sciences», indicam que não há perigo para a saúde humana, pois as toxinas encontram-se em quantidades muito baixas.


Noutro local, na ilha Guam (colónia norte-americana no Pacífico), existe grande incidência de uma síndrome neurológica que mistura esclerose lateral amiotrófica, Parkinson e demência. Os investigadores explicam o facto pelo consumo de alimentos contaminados com uma toxina produzida por cianobactérias (algas azuis), a mesma que foi encontrada nos peixes do Mar Báltico.

No estudo, os investigadores do Instituto Karolinska da Suécia, da Universidade de Estocolmo e da Universidade Charles, em Praga, indicam que encontraram concentrações deste grupo de bactérias no zooplâncton e em amostras de peixes e moluscos.

Alguns dos peixes que têm a bactéria são de intenso consumo humano, como o arenque e o robalo. A toxina encontra-se em maior concentração no cérebro. Entre as espécies analisadas, o salmão, um dos peixes mais consumidos nos países nórdicos, não revelou ter a toxina. Esta, encontrou-se, no entanto, em vários moluscos, mexilhões e ostras.

Os cientistas afirmaram já que este estudo não pretende alarmar a população, mas apenas conhecer e manter este fenómeno controlado. Além dos mais, as causas do desenvolvimento de doenças neurológicas prendem-se com vários factores que não apenas substâncias neurotóxicas.

FONTE:http://www.cienciahoje.pt/index.php?oid=42253&op=all

Saiba mais…

FELIZ DIA DAS MÃES

MÃE

Por Vania de Castro Moreira

Nove de maio de 2010

Tantas mães

Tantos dias

Tantas palavras e acontecimentos

Emoções

Mães modernas

ou conservadoras

Umas jovens adquirindo experiência na vida

Outras maduras colhendo os frutos

Outras nem tanto ao céu nem tanto ao mar

Tantas mães nesse mundo afora

Tantas mães

Atrevo-me a fazer um pedido aos filhos:

Cuidem de suas mães

Carinho, amor, atenção, delicadeza, sensibilidade

são presentes que o dinheiro não compra

A economia do país não vai piorar se você esbanjar afeto com sua mãe

Em se tratando de afeto

o ato de economia não deve estar

em pauta nunca

A doação é espontânea, e pode ser aprendida.

Não se preocupe se você não se sente seguro para expressar o que sente

Permita-se dar afeto a quem um dia teve você

feto no ventre

À todas as mães meu afeto, abraço, carinho.

À minha mãe em especial

que a lua continue sua morada.

Saiba mais…

MULHERES COMAM MAIS BRÓCOLIS!

E nosso querido Abel Braga nos apresenta mais uma matéria de interesse geral.

Sulforaphane.png

A revista Clinical Cancer Research, publicou no dia 1o de maio mais um estudo mostrando que um composto do brócolis (o sulforafano) consegue destruir células cancerígenas. Vários outros estudos já haviam apontado o mesmo, a diferença neste nova pesquisa é que foi demonstrado que o sulforafano consegue destruir também as células tronco cancerígenas. A quimioterapia atual não atuam contra estas células tronco cancerígenas, e esta é a razão pela qual o câncer pode voltar. Na presente pesquisa células cancerígenas de mamas de camundongos foram submetidas a concentrados de sulforafanos retirados do extrato de brócolis. O legal foi que o sulforafano conseguiu reduzir as células tronco cancerígenas com pouco efeito sobre as células saudáveis. E, após o tratamento, as células restantes perderam a capacidade de formar novos tumores. O sulforafano (figura acima) ainda não foi testado em mulheres com câncer de mama, o que deve acontecer nas próximas fases da pesquisa. Também existe muita controvérsia pois o composto parece diminuir o efeito dos quimioterápicos, não sendo indicando - por enquanto - para indivíduos em tratamento. Porém, para a prevenção ou mesmo para evitar a remissão do câncer, o sulforafano parece uma boa idéia.

Para saber mais: Y. Li, T. Zhang, H. Korkaya, S. Liu, H. F. Lee, B. Newman, Y. Yu, S. G. Clouthier, S. J. Schwartz, M. S. Wicha, D. Sun. Sulforaphane, a Dietary Component of Broccoli/Broccoli Sprouts, Inhibits Breast Cancer Stem Cells. Clinical Cancer Research, 2010; 16 (9): 2580.

Saiba mais…

Mais ma matéria enviada pelo nosso querido Abel Braga!

O Centro de Genoma Humano da Universidade de São Paulo junto com outros centros de pesquisas da Alemanha participam do estudo ligado a Esclerose Lateral Amiotrófica que identificou a primeira mutação de P56S no gene VAPB em um paciente não brasileiro
Essa mutação identificada em pacientes brasileiros com ELA familiar e com ancestrais de origem portuguesa, foi encontrado em um paciente alemão com fraqueza muscular progressiva e um histórico de doenças com essa característica na família,

Segundo Miguel Mitne Neto, biólogo e doutorando em genética pelo Centro de Estudos do Genoma Humano da Universidade de São Paulo, a análise por microssatélites mostrou que o paciente alemão apresenta marcadores diferentes, mostrando que ele não pertence a nenhuma das famílias genéticas estudadas até então e que, portanto, a mutação por ele apresentada surgiu em outra cadeia de DNA.

De acordo com o biólogo, as famílias brasileiras compartilham o mesmo segmento de DNA o que as fazem ter um ancestral comum. Os estudos em relação a ELA e a outras doenças neuromotoras caracterizadas por fraqueza muscular progressiva não encontrou a mutação P56S em outros locais do mundo além do Brasil. “Para nossa surpresa, apareceu um paciente alemão, com características de ELA, com a mesma mutação (P56S), porém apresentava um segmento de DNA diferente dos brasileiros, ou seja, ele não é parente”,

explica Miguel.


FONTE:http://www.todosporela.org.br/noticia/centro-de-genoma-da-usp.html

Saiba mais…

Nova contribuição do nosso querido Abel Braga


O lítio não deve ser usado para tratar a esclerose lateral amiotrófica, adverte um estudo publicado na revista Lancet Neurology, noticia o site Saúde na Internet.

A esclerose lateral amiotrófica (ELA), também designada por doença de Lou Gehrig e doença de Charcot, é uma doença neurodegenerativa progressiva e fatal, caracterizada pela degeneração das células do sistema nervoso central.

Um pequeno estudo recentemente publicado aventou a hipótese de o lítio, tradicionalmente usado no tratamento do distúrbio bipolar, ser eficaz no tratamento de doentes com ELA. Até ao momento não existe cura para a doença e o único medicamento aprovado para o tratamento é o riluzole, que mostrou eficácia no aumento (em mais três meses) da esperança de vida dos doentes.

Neste novo estudo publicado na revista Lancet Neurology, investigadores norte-americanos e canadianos assinalaram, ao acaso, 84 doentes para que recebessem riluzole e um placebo ou riluzole e lítio. O ensaio clínico foi suspenso pouco tempo depois de ter sido iniciado, dado ter-se verificado que a administração do lítio surtiu pouco ou nenhum efeito.

“Embora o estudo não tenha excluído, por completo, um ligeiro benefício do lítio, não foram encontradas provas de que o lítio, em combinação com riluzole, tenha atrasado a progressão de ELA, tanto quanto a administração do riluzole sozinho", escreveram, em comunicado enviado à imprensa, os líderes da investigação, Swati Aggarwal e Lorne Zinman.

Segundo o mesmo comunicado, os cientistas reiteram o facto de “por enquanto, não existirem dados convincentes de que o uso do lítio seja aconselhado no tratamento de doentes com ELA”.

FONTE:http://www.rcmpharma.com/


Saiba mais…

MAI UMA CONTRIBUIÇÃO DO NOSSO QUERIDO ABEL BRAGA

Luís Figueiredo é professor do Instituto Politécnico da Guarda.

Uma cadeira de rodas eléctrica que pode ser conduzida apenas com o olhar foi desenvolvida por um professor do Instituto Politécnico da Guarda (IPG) no âmbito do projecto «Magic Key», que tem permitido desenvolver aplicações informáticas para pessoas deficientes.

O investigador Luís Figueiredo disse à Lusa que o sistema da sua autoria, denominado «Magic Wheelchair», «usa uma câmara de alta definição e uma aplicação informática que determina a direcção do olhar do utilizador».

Explicou que o dispositivo se destina a pessoas com graves limitações físicas e permite «ter um controlo absoluto sobre a cadeira de rodas, apenas e só com o olhar».

«Não temos a intenção de produzir uma cadeira de raiz, o que podemos fazer é adaptar o sistema a uma cadeira já existente, eléctrica ou manual», adiantou o inventor.

Segundo Luís Figueiredo, docente da Escola Superior de Tecnologia e Gestão (ESTG) do IPG, o dispositivo «já foi testado com Pedro Monteiro, presidente da Associação Portuguesa de Esclerose Lateral Amiotrófica (APELA), cuja doença o impede de utilizar qualquer movimento voluntário do seu corpo, sendo a única excepção a capacidade de movimentar os seus olhos, e os resultados foram muito bons».

O docente disse que a invenção permite o controle da cadeira de rodas com o olhar, sendo que «se a pessoa olhar para a esquerda, a cadeira vira para a esquerda».

«Se olhar para a direita, ela vira para a direita. Se olhar para a frente, anda para a frente. Se fechar os olhos ela não anda e se baixar os olhos para baixo, a cadeira anda para trás», explicou.

O dispositivo «Magic Wheelchair» «dá autonomia total ao utilizador em ambientes interiores, porque em ambientes exteriores há interferência da luz solar com os sistemas», adiantou, contando que está a procurar solucionar aquela limitação.

Destina-se «a pessoas que estejam completamente imóveis, não possam usar nenhum dispositivo tradicional (joystick ou por impulsos na cabeça) e tenham apenas a capacidade de movimentar os olhos».

Luís Figueiredo não possui estimativas de quanto custa, por exemplo, instalar a aplicação numa cadeira eléctrica já existente, mas deixa claro que «se houver uma única pessoa que com este sistema possa melhorar a qualidade de vida, vale a pena investir».

O projecto tem vindo a ser apoiado, para além da ESTG do IPG, pela Guarda Digital - Associação Distrital para Sociedade de Informação e pela Fundação PT.

Luís Figueiredo venceu em 2006 e em 2008 o prémio engenheiro Jaime Filipe, atribuído pelo Instituto da Segurança Social, com as aplicações informáticas «Magic Eye» (controlo do rato do computador apenas com os olhos) e «Magic Key» (controlo completo do computador movendo o cursor do rato através de movimentos laterais e subtis da cabeça e a tecla do rato pelo movimento de piscar de olho).

FONTE:http://diario.iol.pt/

obs.: Pedro Monteiro, presidente da APELA criou a www.noseela.ning.com Nossos amigos portugueses João Paulo, Rosarinho e Jorge Guerreiro participantes da nossa comunidade talvez tenham mais informações a esse respeito. Que tal membros da comunidade ELA Brasil entrarem em contato para saber um pouco mais acerca desta maravilhosa invenção?

Saiba mais…

CONTRIBUIÇÃO DA NOSSA QUERIDA DRA. ALESSANDRA PELLINI

Em decorrência de boatos sobre a vacina contra Influenza H1N1 que

circulam na internet, a Secretaria de Vigilância em Saúde preparou o

questionário abaixo para esclarecer as dúvidas sobre a vacina e a

estratégia nacional de enfrentamento da pandemia.

Repasse o conteúdo ou o link deste documento sempre que você

receber o material falacioso.

O mercúrio presente na vacina causa autismo em crianças?

Não. A concentração de mercúrio é de 25 microgramas por dose de

0,5ml e é usada para evitar crescimento de fungos ou bactérias, no

caso de a vacina ser contaminada acidentalmente na hora da punção

repetida no frasco multi-dose. Esse mesmo conservante é utilizado

rotineiramente em outras vacinas, como na Tetravalente indicada

contra Difteria, Tétano, Coqueluche, Meningite e na Tríplice Viral,

vacina contra Caxumba, Rubéola e Sarampo.

O timerosal, conservante antiséptico presente na vacina, pode

causar autismo em crianças com disfunção mitocondrial e em

adultos com disfunção hematoencefálica.

Estudos realizados em todo o mundo demonstram que o timerosal,

desde 1930, tem sido amplamente utilizado como conservante em

uma série de produtos biológicos, incluindo muitas vacinas.

O uso nas vacinas tem por finalidade evitar o crescimento de

bactérias ou fungos (micróbios), quando esta é contaminada

acidentalmente, como no caso de punção repetida no frasco multidose.

A concentração do timerosal na qualidade de conservante é de

0.01%, contendo, aproximadamente, 25 microgramas de mercúrio

por dose de 0,5 ml, condição que tem mostrado ser capaz de impedir

o crescimento de micróbios. Vacinas com estes tipos de conservantes

já são utilizadas desde 1930. Algumas delas são: DPT, Tetravalente,

Febre Amarela, Dupla Viral, Triviral, etc.

Em 2004, o Instituto de Medicina dos Estados Unidos convocou um

comitê de Revisão de Segurança em Imunização OIMs examinou a

hipótese de que as vacinas, contendo timerosal estariam causalmente

associadas ao autismo e comprovou que as provas disponíveis

rejeitam a existência de nexo de causalidade entre vacinas contendo

timerosal e autismo.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) defendeu o conservante

timerosal para o uso nas vacinas, baseando-se em estudos que

concluíram não existir evidências de contaminação em crianças ou

adultos expostos ao timerosal, e que as vacinas que contém essa

substância não aumentam a quantidade de mercúrio no organismo,

pois este é expelido rapidamente, não se acumulando em função de

repetidas injeções.

Em face ao exposto, a CGPNI/DEVEP/SVS/MS reforça a conduta

orientada por diferentes instituições de reconhecida credibilidade, as

quais preconizam que, até o surgimento de novas evidências, a

quantidade de timerosal contida nas vacinas não causa autismo ou

qualquer outro problema para as pessoas vacinadas, não

acarretando, portanto, efeitos danosos.

A vacina contém esqualeno, substância que afeta o sistema

imunológico do indivíduo.

Os adjuvantes são substâncias que estimulam a resposta imunitária,

permitindo reduzir a quantidade de material viral utilizado em cada

dose e conferir proteção de longa duração. São produtos entre os

quais se incluem certos sais de alumínio e emulsões (esqualeno e

seus derivados) que são utilizados na composição de vacinas. E não

causam danos ao ser humano.

A vacina contém células cancerígenas de animais que podem

causar câncer em humanos.

Não. Isso é boato irresponsável.

Indústrias farmacêuticas receberam imunidade judicial quanto

a ações ocasionadas por efeitos da vacina, como morte e

invalidez.

Não temos essa informação. Vale registrar que o Ministério da Saúde,

Agência Nac. de Vigilância Sanitária (Anvisa) e os laboratórios produtores

detentores do registro são responsáveis por registrar, acompanhar e

avaliar os casos de eventos adversos associados à vacinação. O

sistema de vigilância de eventos adversos pós-vacinal do Ministério

da Saúde possibilita a identificação precoce de problemas

relacionados com as vacinas distribuídos ou pós-comercialização, com

o objetivo de prevenir e minimizar os danos à saúde dos usuários.

Não há comprovação de que somente uma dose da vacina seja

efetiva.

Errado. Estudos comprovam que a vacina é efetiva com uma dose

única. As crianças entre 6 meses e menores de 2 anos devem tomar

duas meias doses da vacina contra a Influenza H1N1, sendo que a

segunda meia dose da vacina é aplicada 30 dias depois da primeira

meia dose, para estarem protegidas do vírus da Influenza H1N1.

A gripe pandêmica foi uma criação da indústria financeira,

uma vez que surgiu em plena crise mundial. Ela foi criada só

para favorecer os laboratórios farmacêuticos, que vão ganhar

mais dinheiro com a fabricação e venda de remédio e vacinas.

A situação epidemiológica da gripe no mundo e no país é monitorada

de forma sistemática e real. O Brasil utiliza de Sistema de Vigilância

Sentinela de Influenza desde 2000. Atualmente com 62 unidades de

saúde responsáveis pela coleta de amostras e organização de dados

epidemiológicos agregados por semana epidemiológica (proporção de

casos suspeitos de síndrome gripal (SG) em relação ao total de

atendimentos - % SG).

Este sistema possibilita também a identificação dos vírus respiratórios

que circulam no país, das novas cepas, o que contribuiu

incisivamente a identificação da situação epidemiológica da gripe

sazonal e pandêmica, assim como a adequação da vacina contra

influenza utilizada anualmente e neste momento da operacionalização

da vacinação contra a influenza pandêmica H1N1. O monitoramento

por este sistema identificou em 2009, que desde o surgimento da

pandemia, aproximadamente 70% dos vírus respiratórios que

causavam síndrome gripal era o vírus influenza pandêmica (H1N1)

2009. Em alguns países este percentual chegou até 100%. O simples

surgimento de casos de gripe em varios países causado por um novo

vírus, já caracteriza a pandemia.

Recomenda-se o seguinte endereço www.saude.gov.br eletrônico

para acesso aos dados epidemiológicos referente à influenza no país.

A gripe é uma paranóia difundida pela mídia e financiada pelos

laboratórios.

Respondido no item anterior

A gripe Influenza H1N1 foi criada em laboratório como o

objetivo de gerar um genocídio.

Em 24 de abril de 2009, sexta-feira, a Organização Mundial da Saúde

(OMS) notificou aos países membros a ocorrência de casos humanos

de influenza para um novo subtipo, à época denominado de A(H1N1)

que vinham ocorrendo, a partir de 15 de março, no México e nos

Estados Unidos da América (EUA).

No dia 29 de abril de 2009, após a realização da terceira reunião do

Comitê de Emergência da OMS, conforme estabelecido no RSI 2005,

a Diretora Geral da OMS, Dra. Margaret Chan, elevou o nível de

alerta da Emergência de Saúde Pública de Importância Internacional

(ESPII) da fase 4 para fase 5. De acordo com a OMS, a fase 5

significa a ocorrência de disseminação do vírus entre humanos com

infecção no nível comunitário em pelo menos dois países de uma

mesma região da OMS (neste caso as Américas).

Desde 11 de junho, segundo a OMS, a pandemia passou à fase 6, ou

seja, já havia disseminação da infecção entre humanos, no nível

comunitário, ocorrendo em diferentes regiões do mundo. Esta

situação cumpria o critério para definição de pandemia estabelecida

no Regulamento Sanitário Internacional.

A origem deste vírus já vinha sendo detectada em casos isolados nos

Estados Unidos, sem provocar epidemias até então, portanto não se

trata de uma criação em laboratórios.

Todos os fatos que ocorrem no Brasil e no mundo são

minuciosamente acompanhados por este Ministério, que vem se

preparando para o enfrentamento de uma segunda onda pandêmica

desde 2009.

Anafilaxia, reação alérgica potencialmente fatal, é uma reação

adversa pós-vacinação.

Anafilaxia é um evento raro que pode ocorrer com o uso de várias

substâncias ingeridas ou introduzidas por via parenteral (muscular ou

endovenosa) no corpo humano, incluindo alimentos, remedios,

vacinas, entre outros. Se caracteriza por uma reação alérgica

sistémica, severa e rápida a uma determinada substância, se

apresentando com diminuição da pressão arterial, taquicardia e

distúrbios gerais da circulação sanguínea, acompanhada ou não de

edema de glote. Pessoas que são altamente alérgicas a gema de ovo

não podem tomar vacinas que são produzidas a partir de gemas de

ovos embrionários, como a vacina contra a Febre amarela, gripe

comum e influenza H1N1. Os profissionais de saúde são capacitados

para identificar essas pessoas altamente alérgicas no momento em

que procuram um posto de vacinação.

Há evidências da síndrome de Guillain-Barré em muitas

pessoas que tomaram a vacina nos outros países do mundo.

Não existe esta evidência nos países que já realizaram ou estão

vacinando contra a influenza pandêmica. A síndrome de Guillain Barré

é um quadro neurológico que tem etiologias diversas. Alguns países

tem notificado a ocorrência de casos dessa Sindrome à OMS após a

vacinação, entretanto, até o momento não foram relatados casos em

que tenha sido estabelecida uma associação de causa e efeito entre o

uso da vacina e a sua ocorrência.

Centenas de casos de paralisia dos nervos estão sendo

associadas a essa vacina. Até médicos já disseram que não

vão tomar.

Ver resposta acima

A vacina contém traços de neomicina.

Sim, a vacina produzida pelo Laboratório Sanofi Pasteur.

A neomicina é um antibiótico indicado para infecção bacteriana

provocada por estafilococos ou outros microorganismos susceptíveis a

este princípio ativo.

A vacina que venderam para o Brasil é vacina encalhada.

Todas vacinas adquiridas pelo Brasil foram compradas diretamente

dos laboratórios produtores e por meio do Fundo Rotatório da

Organização Pan-Americana da Saúde – Opas/OMS. Em nenhum

momento, o país comprou ou recebeu doação de outro país.

As negociações de aquisição de imunobiológicos contra H1N1 foram

realizadas em novembro de 2009, quando não havia ainda aumento

da oferta da vacina por baixa utilização especialmente nos países da

Europa e Asia.

Há evidências de má formação fetal em gestantes que

tomaram a vacina.

A vacina contra o vírus influenza pandêmico (H1N1) 2009 é segura e

indicada para a gestante em qualquer idade gestacional. Na

vacinação realizada no hemisfério norte não houve nenhum registro

de má formação fetal relacionada a vacina. Esta indicação foi

ratificada pela Federação Brasileira de Associações de Ginecologia e

Obstetrícia - Febrasgo. Até o momento, não há relato de ocorrência

de nenhum prejuízo sequer para a mãe e/ou para o feto.

Saiba mais…

Uma poesia

HUMANIZAR A CAUSA NA CASA

Vania de Castro Moreira

Primeiro de abril de 2010

mata

verde

humaniza o coração

na

casa

paz

a causa da paz

paz na casa da paz

casa causa vida

na

Terra

paz

alma

calma

acalma

anseia paz

escute a paz

sinta

o verbo está

feito

no leito

branco

de

luz

luz

luz

Saiba mais…

Projeto Amicão

Queridos Amigos(as), inclui uma foto da visita do Nick a minha irmã Gilda, na Semi UTI do Hospital Paulistano.O Nick é um cão voluntário do Proejto "AMICÃO".Este projeto tem como objetivo proporcionar a pacientes hospitalizados, contato com cachoros, que na minha opinião são "Anjos de Quatro Patas", fazendo com que os pacientes tenham um momento de descontração e alegria.Tenho certeza que para Gilda foi um momento inesquecível e queria compartilhar esta alegria com vocês.Abraços, Flavio e Silvia
Saiba mais…

Contribuição do nosso querido Abel Braga

Pesquisadores transformaram células cutâneas normais de ratos diretamente em neurônios, sem a necessidade de células-tronco ou mesmo de assemelhados, ampliando enormemente o campo da medicina regenerativa.

A experiência abre a perspectiva de que um dia seja possível retirar uma amostra da pele de um paciente para transformar as células em um tecido sob medida para transplantes no tratamento de doenças cerebrais, como os males de Parkinson e Alzheimer, ou para a cura de lesões de coluna.

- Este estudo é um enorme salto à frente, disse Irving Weissman, diretor do Instituto para a Biologia da Célula-Tronco e da Medicina Regenerativa na Universidade Stanford, na Califórnia, onde o trabalho foi feito e patenteado.

Trabalhos anteriores com células-tronco em ratos puderam ser repetidos em humanos em questão de meses.

Os especialistas também esperam reprogramar células comuns para transformá-las em outros tipos de células, de modo a ajudar na substituição de fígados deteriorados e no tratamento de doenças como diabete e câncer.

Em artigo na revista Nature, os pesquisadores disseram ter usado apenas três genes para transformar as células cutâneas diretamente em neurônios, que eles batizaram de "células neuronais induzidas".

- Induzimos ativa e diretamente um tipo de célula para se tornar um tipo completamente diferente de célula, disse Marius Wernig, da Universidade Stanford, que dirigiu o estudo. "São neurônios totalmente funcionais. Eles podem fazer todas as coisas principais que os neurônios fazem no cérebro".

Wernig se disse surpreso com o sucesso do trabalho. Cientistas achavam até então que era necessário fazer as células regredirem a um estágio mais primitivo antes que elas pudessem mudar de direção.

- Para ser muito honesto, eu não tinha certeza de que iria funcionar. Foi um desses projetos de alto risco e alta recompensa, disse Wernig por telefone. "Funcionou, na verdade relativamente rápido".

A equipe já está tentando fazer o mesmo com células humanas, mas Wernig disse que nesse caso parece ser um pouco mais complicado.

O grande foco da medicina regenerativa tem sido as células-tronco embrionárias humanas, que retêm a capacidade de gerar qualquer tipo de tecido do organismo. Mas seu uso é polêmico e restrito.

Nos últimos anos, os cientistas também conseguiram fazer células cutâneas regredirem para um estágio semelhante ao das células-tronco, quando são chamadas de células-tronco pluripotentes induzidas.

A nova experiência pula todas essas fase intermediária e, embora não signifique de imediato que não há necessidade do uso de células-tronco embrionárias, ela sugere que há um caminho para evitá-las.

Um problema das novas células é que elas não proliferam bem em laboratório e não vivem tanto quanto as células-tronco primitivas. Mas Wernig disse acreditar que será possível transformar as células cutâneas em todos os outros tipos.

- É preciso apenas encontrar o coquetel de transcrição correto, e você poderá transformar qualquer coisa que quiser em qualquer (outra) coisa que quiser, disse Wernig.

Fatores de transcrição são genes que dizem o que outros genes têm de fazer. Cada célula no organismo contém todo o mapa do DNA, ou genoma, mas só determinados genes operam em certas células.



LUTAR... SEMPRE, VENCER...TALVEZ, DESISTIR...JAMAIS ! ! !


Saiba mais…

De sabiá-laranjeira a prato de arroz doce

Adorei ver o sabiá-laranjeira nas fotos de perfil das pessoas que (ainda) não colocaram as suas fotos. Neste computador não tinha nenhuma foto minha, optei por esta, em que se vê a minha mão a acabar de decorar o arroz doce com a canelinha bem aromática. Um dia destes eu mudo a foto! Ainda podem pensar que sou muuuuuuuuuuuuito guloso...
O prazer em pertencer à Comunidade ELA Brasil é todo meu, espero poder participar activamente. Neste momento estou a cumprir um mês de férias da Comunidade ELA Portugal, e este convite para vir aqui ao Brasil calhou mesmo bem!
Beijos y abraços para todos
Saiba mais…

RELIGIÃO E VIDA (*)

Com sensibilidade, experiência afetiva, profissional e conhecimento científico é possível resgatar o leitor do mundo fragmentado, asfixiante e tenebroso da falta de in-formação.

Um estilo criativo ao escrever tira o ser humano das trevas do não saber e acorda-o para meditar na busca do que lhe falta.

Fazendo uso da antropologia, filosofia, mitologia, psicologia, religião e sociologia
como fonte de inspiração é possível a um escritor colocar-se no lugar do leitor
desamparado, sem ouvidos, sem olhos e sem mãos, iluminando-o, enriquecendo-o na procura de pedras preciosas do reino da imaginação mítica, religiosa e psicológica do saber para descobrir o que é, o que sente e o que imagina o leitor.

Na passagem do século XX para o século XXI o mito que está por vir fala do Planeta Terra e de todas as pessoas que moram nele. Usando uma frase do professor Joseph Campbell: “Quando a Terra é
avistada da Lua, não são visíveis nela as divisões em nações ou estados”. Isto pode ser o símbolo da mitologia futura.

Essa é a nação que iremos celebrar, essas são as pessoas às quais nos uniremos.
Lidaremos com aquilo com que todos os mitos têm lidado – o amadurecimento do indivíduo, da dependência à idade adulta, depois à maturidade e depois à morte; e então como se relacionar com esta sociedade, com o mundo da natureza e do cosmos? É disso que os mitos têm falado desde sempre e é disso que o novo mito terá de falar.
Somos os arquitetos da nova renascença e estamos temporariamente realizando o parto de uma nova era, encontrada no útero criativo do espírito humano.

Arte, ciência, filosofia e religião estão interessadas na canção da alma e do corpo, poderíamos dizer até que o Homem é a lâmpada onde a luz da criação se

manifesta.

É importante nos colocarmos em permanente estado de reflexão, meditação e

transformação com uma visão ampla, harmônica e dinâmica acerca do homem e suas inter-relações consigo mesmo, com o próximo e com o meio ambiente.

Dizem que o que todos procuramos é um sentido para nos sentirmos vivos. Sendo assim, buscamos a experiência de estarmos vivos, de modo que nossas vivências míticas, religiosas, filosóficas tenham ressonância no interior do nosso ser, de maneira que realmente sintamos a vibração de estarmos vivos. Desta forma, entramos no reino da imaginação mítica e percebemos como o Homem pode ter uma relação madura com Deus.

O homem religioso relaciona-se com a religião e com Deus muito mais para servir aos ensinamentos de sua religião e aperfeiçoá-la do que para ser servido em suas necessidades pessoais. Procura atuar dentro da cultura do bem, sem
fanatismos, e universalizar a busca do bem como caminho para Deus.


(*) Adaptação do prefácio escrito pelo Dr. Décio Natrielli para o livro Psicoterapia e Religião, de Jorge E. F. Amaro, Lemos Editorial, 1996, por Vania de Castro.

Saiba mais…

O QUE É ELA?

Notas introdutórias acerca do que é esclerose lateral amiotrófica (ELA)


Vania de Castro Moreira


A Esclerose Lateral Amiotrófica (ELA), conhecida também como Doença do Neurônio Motor (DNM) é uma
afecção neurodegenerativa e progressiva, que afeta os neurônios motores
superiores (NMS) que se localizam na área motora do cérebro e os neurônios
motores inferiores (NMI) situados no tronco cerebral e na porção anterior da
medula espinhal.


Etimologicamente, “Esclerose é um termo genérico que significa endurecimento e cicatrização. Esclerose
Lateral refere-se ao endurecimento da porção lateral da medula espinhal
decorrente de morte dos neurônios motores superiores (neurônios da região
cortical, mais precisamente no giro pré-central – área motora). A significa
não. Mio
refere-se a músculo. Atrofia é um termo médico usado
quando alguma coisa torna-se menor ou se enfraquece. Amiotrófica refere-se à fraqueza
dos músculos que se tornam atróficos devido a morte dos neurônios motores
inferiores (originados da porção anterior ou ventral da medula espinhal). Esclerose
Lateral Amiotrófica significa fraqueza muscular secundária a
comprometimento dos neurônios motores”. (AbrELA, s/d)


Na ELA, em geral, a inteligência, juízo, memória e os órgãos dos sentidos mantêm-se preservados,
assim como, a função sexual e os movimentos oculares.


A pessoa que está com ELA pode perder a capacidade de falar,
porém não perde a capacidade de se comunicar
e escutar; pode perder a força muscular para abraçar, mas não perde o desejo de
abraçar e ser abraçada; pode não andar, mas não perde o desejo de ir e vir;
pode não se movimentar, não se alimentar, não fazer a higiene pessoal sozinha, porém
sente e pensa. Sua maneira de existir pode ser silenciosa, entretanto se nos
permitirmos fazer uma leitura do seu olhar e, ao mesmo tempo expressar nosso afeto
incondicional compreenderemos os sentimentos, pensamentos e funcionaremos como um
instrumento facilitador para a realização dos seus desejos e necessidades.


Saiba mais…

CERTEZA (Poema Coletivo)


POEMA COLETIVO

O poema coletivo foi criado por componentes da Comunidade ELA/ALS-Brasil. A idéia foi lançada solicitando-se à comunidade um tema e, logo, uma das integrantes sugeriu CERTEZA sendo aceito por todos.
Cada um participou com uma ou duas frases deixando seu toque especial na construção coletiva.
A Comunidade ELA/ALS-Brasil é um grupo de relacionamento virtual, criado em dois de abril de 2005, por quatro pessoas do sexo masculino acometidas por Esclerose Lateral Amiotrófica (ELA), sendo que uma delas colocou a idéia em prática e efetivou a fundação da Comunidade ELA/ALS-Brasil.
São eles: Normando de Oliveira (fundador), João Mário Cortez, (in memorian), Humberto Secatto (in memorian) e Rogério Ratz. Juntou-se ao grupo, posteriormente, o grande conhecedor de programação,
José Claudionor Pereira.
A todos nossa gratidão.

ELA é uma doença que provoca a morte dos neurônios motores superiores (NMS) e neurônios motores inferiores (NMI) acarretando fraqueza e paralisia muscular progressiva. Os órgãos dos sentidos, geralmente, mantêm-se preservados, assim como, desejos, sexualidade e sistema cognitivo.

CERTEZA
As borboletas têm asas suaves
e, lentamente, conseguem voar com certeza.
E o que é certeza?
Não seria ela a descoberta de que não há certeza?
Certeza que eu tenha sonhos perfeitos ou imperfeitos,
mas não os deixe de viver!
A certeza de que cada dia é um novo dia,
e que devemos aproveitar cada instante intensamente!
O que não tenho é certeza, o que me sobra é esperança!
... sou vento que a teia balança, sou água, terra, fogo e ar
semente lançada para a vida aprendendo e ensinando a amar...
Tenho a plena certeza do amor por aquele que já partiu.
Não temo nuvens negras cobrindo o céu da minha vida,
pois tenho certeza de que acima delas o sol continua a brilhar!
... É no coração que guardamos tudo o que é para sempre, coração!
Coração! Canta coração! ...
Certeza eu não tenho, mas amor eu
tenho certeza que tenho muito para dar.
Certeza... ... Certeza?
DEUS vive, e te ama muiiiiito...
Fé é ter certeza de algo que ainda não aconteceu!
Perseverar... Sonhar...
acreditar muito mais no invisível do que no visível...
Concretizar... Deus... Perfeição... Harmonia... Amor...
VIDA!
A certeza de que somos uma família
unida e feliz.
Deus é soberano em tudo o que Ele permite em nossas vidas...
Independente de qualquer coisa, temos um propósito enquanto família:
louvar e glorificar a Jesus Cristo, nosso Salvador.
Salvador amado das nossas almas que tem cuidado de nós,
nos mostrado sua fidelidade dia-a-dia
e tem feito de nossas vidas uma fortaleza
para enfrentar todas as adversidades!
(Minha irmã, disse antes de partir:)
A vida me pegou de surpresa
Quanto mais respostas eu buscava
mais dúvidas encontrava.
Mas, com tudo isso, encontrei uma
grande certeza:
o amor do anjo chamado mãe,
do marido, da família.
(E dos amigos que nem ela sabia que eram tantos.)
Vaticino, imagino,
adivinho, profetizo.
Prevejo, sou eu.
Adivinho, serás tu.
Festejo os acertos,
profetizo tua entrega.
Vaticino teu amor:
cereja vermelha da noite fria,
pálido adeus da bruma manhaneira...
CERTEZA que no final da estrada existe um portal,
por onde TODOS hão de passar!!!!!!!!
Certeza de existir, de ter que continuar,
certeza da alegria nas pequenas coisas
certeza na força da fé, que se apossa desse corpo diariamente
E impulsiona, carrega, eleva a alma em direção a Deus
Certeza? Muito melhor é a emoção de viver a surpresa, o inesperado
O nosso amor à vida nos dá a certeza de dias melhores e
com amigos de verdade
passamos esse ciclo da vida
A gente sobe colina,
desce colina
com a segurança que dá o meio.
Madrugam com lua de prata
ou com estrela solitária.
Madrugam com névoa e garoa
ou com baita manga-d’água.
Madrugam, pleno de "ensueños",
com lembranças de aconchego.
E a quietude em cálices de silêncio,
alinhava amanheceres de dias claros,
dias puros, de sol e de intenções.
No caminhar dessa vida,
colhemos muitas Certezas,
naquilo que a gente sofre,
naquilo que a alma sente...
Com "ELA" aprendemos o verdadeiro amor pela leitura dos olhos,
do sorriso no cantinho da boca,
de um simples balançar de uma língua,
de um leve piscar,
do pequeno movimento dos dedos.
Nos caminhos de minha vida,
com CERTEZA,
três forças me dão ânimo para continuar a viver
Amigos: presença, alegria e apoio;
Família: carinho, amor e amparo;
Jesus: coramge, fé e proteção.
"Ninguém é uma ilha."
Somos belos
elos divinos de amor
alegria
esperança.
E O QUE AFINAL É CERTEZA?
FÉ É A CERTEZA!
"ORA, A FÉ É O FIRME FUNDAMENTO DAS COISAS QUE SE ESPERAM,
E A PROVA DAS COISAS QUE NÃO SE VÊEM." (HEBBREUS 11:1)

Autores do Poema Coletivo: Alessandra Pellini, Beatriz do Prado Vescovi, Clair e Serafa Serafini, Claudia Alencar, Claudia Gotti, Carol Insensee, Chico Brito, Doris Regina M. Teixeira, Elisângela Vescovi Aredes, Jacir Leite, Janette Curvello, Laura Helena, Lucho Mendoza Adrianzen, Maria Joseneide Campelo, Maria Rossely, Marli Cassiano, Maurílio Pereira, Normando Oliveira, Osvaldir Lima, Rose Pucci, Silvana Doho, Sylvanna Augusta e Vania de Castro Moreira.
Saiba mais…

SABIÁ-LARANJEIRA


O pássaro que ilustra a nossa comunidade é o sabiá-laranjeira (Turdus rufiventris). Além de encantar poetas com seu canto melodioso é uma criatura bela e dócil. Foi escolhido para ser a ave símbolo do Brasil em 2002. O sabiá da fotografia nasceu na dracena adulta plantada no meu pequeno jardim. Consegui acompanhar desde a construção do ninho, pelos seus pais, até o nascimento de mais dois irmãozinhos. Ao todo três ovinhos lindos dentro de um ninho concha feito com carinho. Fotografei a trajetória da família passo a passo até as avezinhas saírem pelo mundo num voo firme. O sabiá-laranjeira vive em média 25 a 30 anos. Assim, tenho o privilégio, nos últimos anos, de acompanhar o nascimento de várias famílias, e cuidar de cada uma servindo-lhes frutas maduras pela manhã em agradecimento a beleza que a sua presença me proporciona. Você deve estar se perguntando qual a relação entre sabiá-laranjeira e a Comunidade ELA-Brasil, simples resposta, muito simples ou extremamente complexa. Na verdade cada um criará a relação que quiser. Não tem problema, afinal, o que importa é transformar este espaço virtual num espaço de reinvenção da vida. Pretensão? Sim! Pretensão de mostrar que o encontro transforma... mesmo que este encontro seja virtual. Sabiá-laranjeira e Comunidade ELA-Brasil um encontro de possibilidades, renovação, criação, estímulo para viver a vida em sua plenitude num ato de gratidão e respeito à Mãe Natureza e aos seres que nela habitam, pois juntos nos fortalecemos e reinventamos uma vida melhor.

Saiba mais…

Recebemos do querido Abel Braga a preciosa informação:

Esclerose lateral amiotrófica (ELA): ensaios clínicos em células-tronco estão começando

sexta-feira, 9 de abril de 2010mso-fareast-font-family:"Times New Roman";color:#996600""> | 22:00

celula-pesquisa

Prometi a vários leitores que usaria esse espaço para contar as novidades em pesquisas e ensaios clínicos relacionados a ELA. Ainda não é tratamento, mas a boa notícia é que as primeiras experiências terapêuticas em seres humanos estão começando. E o melhor é que diferentes pesquisas clínicas estão sendo testadas e sua eficiência poderá ser comparada. Vou falar aqui de uma tentativa terapêutica com células-tronco fetais.

Ainda é fase 1

A empresa americana Neuralstem Inc. conseguiu aprovação da FDA para iniciar a fase 1 de um ensaio clínico para tratar ELA com células-tronco fetais derivadas ade espinha dorsal. Essas primeiras experiências, denominadas fase 1 têm como objetivo testar a segurança do procedimento. Além disso, serão testados diferentes métodos para aplicar múltiplas injeções.

A pesquisa já foi iniciada

Essa primeira fase incluirá 12 pacientes que receberão entre 5 e 10 injeções de células-tronco de tecido fetal na região lombar da espinha dorsal. A pesquisa terapêutica já foi iniciada com um primeiro paciente de 60 anos em fase adiantada da doença. Mais dois farão parte desse primeiro grupo e os outros serão incluídos um a um. Eles serão examinados em intervalos regulares após as injeções e os resultados finais serão divulgados após 24 meses.

Alguns dos critérios de seleção para os três primeiros casos são:
pacientes muito comprometidos que têm traqueostomia ou estão em ventilação assistida por mais de três meses, incapazes de andar, que moram perto do Hospital Universitário Emory, (Atlanta, Georgia nos Estados Unidos) que conseguem se comunicar e têm um ‘cuidador’ comprometido com essa pesquisa.

A medida em que os primeiros resultados forem observados, os critérios de seleção poderão ser modificados. Outras informações.

Uma boa notícia

O instituto Paulo Gontijo (IPG) que tem como missão apoiar pesquisas e tratamentos direcionados a ELA está inaugurando um novo portal que estará no ar em breve. Ele conterá todas as novidades nacionais e internacionais atualizadas.

Por Mayana Zatz

Saiba mais…

União e solidariedade.

Foto Vania de Castro Moreira

Meus queridos,

um espaço aberto com carinho para ser usado por todos!
Aqui trocaremos idéias sobre qualquer situação que diga respeito aos componentes da comunidade!
Todos são bem-vindos!
Juntos nos tornamos mais fortes!
Juntos compartilhamos todas as situações
sempre imbuídos de respeito, solidariedade e cuidado conosco
e com o outro.
Que sejamos uma família virtualreal!
Beijos de carinho a todos.

Vania de Castro Moreira
Saiba mais…