SAÚDE MENTAL EM TEMPOS DE CRISE: o que fazer com os que não podem isolar-se?

 O que fazer com os que estão nas linhas de frente dos equipamentos de saúde, da área social e de segurança? O que fazer com aqueles que estão isolados na rua, na falta de moradia e na fome? Se a desproteção deles não atinge ou não preocupa as pessoas, podemos dizer que o vírus está expondo outro problema, a falta de empatia. A mesma empatia que nos leva a correr às farmácias e estocar álcool em gel e máscaras ou mesmo itens em supermercados, não compreendendo que em toda calamidade precisamos que o cuidado seja a ferramenta mais importante, mesmo que o cuidado precise ser a distância. 

As crises humanas podem levar desde o fortalecimento de nossa existência ao nosso esfalecimento. A humanidade vive um destino comunitário. Embora este destino afete a cada um de modo diferente, ser humano é uma categoria que nos une. Como uma comunidade de destino. Sobornost.

 Sobornost O conceito/palavra foi cunhado pelos eslavófilos Ivan Kireesvsky e Aleksey Khomayakov para reforçarem a necessidade de cooperação entre as pessoas, visando combater o individualismo e levando em conta que os grupos em oposição focam em suas relações, apesar das diferenças, aquilo que possuem em comum. 

Hoje nossa cooperação vem de um isolamento que precisa que alguns profissionais não se isolem. Não só profissionais. As mães vão se isolar de seus filhos? 

Complicado, não é? Os familiares que cuidam de um ente querido estão nas trincheiras do enfrentamento desta situação. Porque sempre precisa-se de alguém que cuide, que se exponha. 

O que temos agora é que a humanidade precisa compreender que faz parte de uma grande comunidade e a compreensão disso é o enfrentamento da responsabilidade de cuidar de todos, seja cuidar arriscando-se ou isolando-se. Mas o objetivo é a continuidade do que nos faz humanos: o cuidado.

 

Beijos e abraços virtuais são sempre bem-vindos.

 

Daniela Caramori Morgan – Psicóloga – CRP 06/102734

Marcelo Salgado – Psicólogo – CRP 06/81547             

Sergio Rosa – Psicólogo – CRP 06/15726

Vania de Castro – Psicóloga – CRP 06/15110

 

 

 

 

 

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de ComunidadeELA-Brasil.

Join ComunidadeELA-Brasil