BOA NOITE!

NOTÍCIAS DE ESPERANÇA

Por Vania de Castro

Após assistir a live apresentada por Jorge Abdalla

e Alessandra Dorça

(Associação Pró-cura da ELA)

sobre o 30° Simpósio Internacional de ELA, que acontece em Perth, Austrália,

fiquei emocionada e resolvi escrever um pouco sobre os meus sentimentos.

Assim como vocês, perdi muita gente querida para a ELA. 

Muita gente!!!

Mas hoje uma luz surgiu e fiquei muito feliz.

Por isso, peço a todos que permaneçam atualizados

com as informações que surgem no evento que reúne vários países,

vários cientistas para fazer a exposição dos seus estudos sobre a ELA.

Aacompanhem as lives, façam a leitura

dos resumos das palestras,

comentem, compartilhem, unam-se!

União e esperança andam juntas.

O trabalho é árduo por diversos motivos, 

mas se cada um conseguir manter a esperança

viva no coração já é um grande passo.

Não é um passo pequeno, é um grande passo!

Por isso, mantenham-se firmes.

Hoje estou feliz por saber que a possibilidade da cura da ELA

está sendo encontrada, comentada, divulgada com a seriedade

e respeito que cada pessoa com ELA e familiar merecem.

Os trabalhos científicos têm sido feitos com grupos pequenos,

mas é um caminho que se abre e nos traz a esperança de dias sem ELA.

Agora muito mais pertinho da gente do que em 2001,

que não sabia-se quase nada sobre a evolução da 

ELA. E para muitos familiares, cuidadores, profissionais quando o paciente,

conseguia receber o diagnóstico, alguns após 4 anos de peregrinação de médico

em médico, sentiam-se recebendo uma "sentença de morte".

E, era visto assim pelo fato de o desconhecimento

da enfermidade ser total.

Agora não. Agora temos um caminho que se abre

e se abre com força, veracidade e firmeza.

Vamos manter a esperança, a calma

e procurar ocupar as horas do dia da forma mais saudável possível.

Ouçam músicas, assistam filmes, leiam livros, poesias, escrevam poesias,

fotografem. E, sobretudo AMEM.

Ame quem está ao seu lado!

Se você não consegue abraçar, permita-se ser abraçado.

Descubra meios de receber o afeto do outro

além dos cuidados físicos necessários que você recebe.

 Não isolem-se.

Busquem formas de manter a comunicação ativa.

Sei que não é fácil, no entanto é preciso que cada um faça a sua parte.

E o que você pode fazer por você hoje?

 

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de ComunidadeELA-Brasil.

Join ComunidadeELA-Brasil