Uso de relaxantes musculares na ELA

Há algum tempo  comentei sobre o uso de relaxantes musculares para promover a abertura bucal melhorando a higienização e outras coisas mais. Bom, sabemos que o botox, por exemplo, pode ser usado em glândulas parótidas, para diminuir a salivação. Mas não sabia responder se poderia ser usado na musculatura facial.Entrei em contato com um site americano, que embora não seja médico, foram extremamente solícitos e me enviaram esta resposta que estou colocando já traduzida.


Relaxantes musculares e ALS


Embora não haja informações diretas, vinculando o uso de relaxantes musculares para ALS, háalguma literatura que sugere que o uso prolongado de relaxantes musculares (em 2 dias) maiscorticosteróides pode resultar em uma miopatia [1, pg 510]. Em Dezembro de 1992, foram analisados  18 casos onde os pacientes asmáticos foram tratados com corticóides com doses elevadas e bloqueadores neuromusculares (um relaxante muscular esteróides). Os autores descobriram que os pacientes experimentaram uma fraqueza generalizada em ambos os músculos proximal e distal, causada por necrose da fibra muscular. Alguns pacientes apresentaram paralisia flácida. Em todos os casos a fraqueza muscular melhorou  dentro de semanas a meses [1, pg 512].Há relatos de paralisia prolongada (com duração de poucos dias) ocorridos apóstratamento com bloqueadores neuromusculares [2]. Autores atribuíram essa paralisia debloqueio neuromuscular prolongado ou severa atrofia muscular [1, pg 513].Bloqueadores neuromusculares podem causar um estado de denervação e pode ajudar no processo de degradação muscular [1, página 513 e 2]Um estudo de 1995 por Dodson et al. concluíram que a denervação do músculo relaxante induzida pode ser parcialmente responsável pela paralisia muscular prolongada observada em alguns pacientes  após a administração de relaxantes musculares [3].

References

1. 1992 CHEST Volume 102, Page 5102.

2. 1992 The New England Journal of Medicine Volume 327, Page 5243.

3. 1995 Critical Care Medicine Volume 23, Page 815

Amber Walters,

M.S.Resource Connection ManagerCare Services

DepartmentThe ALS Association27001

Agoura Road, Suite 250Calabasas Hills, CA 91301-5104

Phone: 800-782-4747Fax: 818-880-9006awalters@alsa-national.org

 

*** Se alguém tiver mais alguma informação, favor dividir.
Juliana Tavares

Para adicionar comentários, você deve ser membro de ComunidadeELA-Brasil.

Join ComunidadeELA-Brasil

Enviar-me um email quando as pessoas responderem –

Respostas

  • Querida Juliana/ComELA:

    Gostaria de ouvir a opinião do Orsini e do Dr Marco Chieia sobre esse interessante assunto. Não tenho conhecimento sobre essas questões e nem uma vivência pessoal. Portanto, estou pronto para aprender.

    Aprendi que as estatinas (Drogas que reduzem o colesterol LDL, como a sinvastatina) tem um potencial de causar mialgia, constando inclusive em bula. Essa mialgia causa fortes dores musculares, e através do exame de sangue é possivel medir certas enzimas que confirmam o diagnóstico.

    Quando comecei meu tratamento com o Dr Marco, eu fazia uso de estatina, pois tenho o LDL alto, e ele suspendeu essa medicação alegando que no caso ESPECÍFICO da ELA, uma ligeira elevação dos niveis de "gordura" circulante no organismo tem lá suas vantagens.

  • NÃO CONCORDO TB COM REMEDIOS COMO DIAZEPAM OU BROMAZEPAN,RELAXA MAIS O QUE NÃO É?ALEM DE DEIXAR A SENSIBILIDADE DE UMA PESSOA A FLOR DA PELE,ATÉ UMA FORMIGUINHA PASSANDO FAZ CHORAR...AGORA O AMIPITRILINA FOI O UNICO QUE RESOLVEU  NO CONTROLE DA SALIVAÇÃO,POIS DEIXA A BOCA SECA..E COMO É CHAMADO POR AI..O REMÉDIO DA ALEGRIA.

    BJ

    • Querida Ale:

      Bromazepan (Lexotan)  e Diazepan (Valium) são drogas da classe dos ansiolíticos benzodiazepínicos. Embora pertençam a mesma classe, cada uma dessas drogas tem afinidades específicas com determinados receptores do organismo. Assim,. o Diazepan tem, segundo a literatura científica confirma, uma ação miorelaxante muito evidente, enquanto o Bromazepan tem uma ação prioritariamente ansiolítica (redutor da ansiedade).

      A Amitriptilina é uma droga que pertence a classe dos antidepressivos tricíclicos. Provavelmente essa eliminação da salivação é um efeito colateral, que no caso acaba se tornando um benefício para determinados pacientes. Dr Marco, por favor, me socorre!!! rsrsrsrsrsrsrs...

      A depressão, ou tristeza patológica, essa hipersensibilidade emocional, no momento em que a droga antidepressiva é instituida pode potencializar esse efeito nos primeiros dias do tratamento, isso consta em bula. Depois que a medicação começa a exercer o efeito terapêutico, isso desaparece, e a pessoa tem seu estado de humor plenamente estabilizado. (Bendito sejam o antidepressivcos!!!!)

      E não se esqueça amiga, qdo falamos de doenças ou de terapias medicamentosas precisamos nos basear nas evidências científicas disponiveis. Observações em 1 caso apenas é como jogar um copo de agua salgada  na piscina e querer que toda água fique salgada. Não funciona...

      Bj.

      Jorge

    • AMIGO JORGE OBRIGADO PELO ESCLARECIMENTO,MAIS O QUE FALEI NÃO SE TRATA APENAS DA MINHA MÃE,ASSIM COMO MEU PAI QUE MORREU ANO PASSADO DE CARDIOPATIA GRAVISSIMA E COM PROBLEMAS RESPIRATORIOS TAMBEM ONDE OXIGENIO COMO NA ELA NÃO AJUDAVA..

      ENFIM DIGO O QUE DISSE ACIMA POR EXPERIÊNCIA COM PAI,MÃE,TRABALHO VOLUNTARIO COM UM PSIQUIATRA E AMIGOS DA NET QUE RELATAM O MESMO...

      ASSIM COMO O RILUZOL QUE ALÉM DA MINHA MÃE PARA MUITOS SÓ FEZ MAL...

      BJOS.

This reply was deleted.