Querida comunidade, leia as respostas à pergunta 

do querido Leandro Santos.

 

1ª resposta:

Olá Vânia,
Tudo bem?
Você enviou uma pergunta destinada aos profissionais de fonaudiologia, mas posso lhe responder também seguramente.
Meu esposo Moacir, diagnosticado com ELA desde maio de 2007, teve perda total dos movimentos dois anos depois, ou seja em 2009. Desde então, vem se comunicando através de um computador chamado ERICA, fabricado nos EUA. O software é adaptado para pessoas que conseguem movimentar apenas os olhos, pois o programa faz leitura do movimento ocular do usuário. É possível se fazer quase todas tarefas diárias através dele, tais como, escrever,ler, falar, ir ao banco, escutar música e muito mais. depende apenas de uma calibragem, feita aqui em casa, na maioria das vezes pela equipe de enfermagem, que por sinal muito simples e rápida. É um show.
Mas, como a tecnologia da informação tem um dinamismo muito grande, novas invenções já estão a frente do ERICA. Acabamos de adquirir, o TOOBI, tem as mesmas características, porém mais sofisticado, depende apenas de uma calibragem e pronto. Tecnologia de ponta mesmo.
Gostaria que comprovasse o que eu estou dizendo lendo um texto, do BLOG do meu esposo,(ele escreve todos os dias). Nele , ele descreve bem como funciona o programa.
Qualquer dúvida, estou a disposição,

Abraços,

Ana Angélica

http://moacirleon.blogspot.com/2011/06/o-astrofisico-ingles-stephen-hawking.html

 

2ª resposta:


Olá Vania sei que a Adriana Klein esteve nos Estados Unidos e conheceu um programa que estava em teste onde o paciente colocava uma toquinha de natação com eletrodos e conseguia comandar o computador com os olhos. Não sei se esta tecnologia chegou ao Brasil...
 Martina Araújo Durán

3ª resposta:
Olá Vânia!!
 
A Simone C.  linhares e o Moises trabalham com um sistema de controle de computador pelos olhos (eye tech). Contato: moises@lohmed.com . Eles vem para SP instalar o programa e realizar o acompanhamento.
 
bjs, carinho,
 
Ana Chiappetta.

4ª resposta:
 

Bom Dia Vania, tudo bem?

Aí vai a resposta para a pergunta do Leandro:

Existem uma série de recursos e tecnologias que possibilitam utilizar o computador através do movimento dos olhos ou da cabeça e você poderá encontrar alguns deles no MIBRELA, Manual Interativo Brasileiro de Esclerose Lateral Amiotrófica. O MIBRELA se encontra no site www.todosporela.org.br, você deve procurar por dificuldades, em seguida lazer/trabalho e dificuldade para usar o computador e programas de acesso ao computador. 
Acredito que a avaliação de um terapeuta ocupacional possa o auxiliar a encontrar o recurso que mais se aproxime às suas necessidades, além do treinamento para utilizar o mesmo.
Caso tenha facilidade com o uso do computador, sugiro que procure o Head Mouse, que é um software gratuito, e permite o usuário movimentar o cursor utilizando a movimentação de cabeça. O clique pode ser acionado com piscar de olhos ou com o abrir e fechar da boca (link se encontra no MIBRELA). Para utilizar o teclado existe o teclado virtual do windows ou o teclado virtual click-N-type, que possibilitarão o teclado no próprio monitor, e assim poderá utilizá-lo com o cursor do head mouse.

Atenciosamente,
--
Juliana Yumi Yamada
Terapeuta Ocupacional
(11) 91216055

5ª resposta:

 

Queridos Amigos, Boa Tarde!!

 

Alguns de nós com dificuldade em expressar-se através da comunicação oral podem fazer uso da comunicação alternativa. Para isso basta apenas a vontade e a coragem em querer transmitir desejos, pensamentos e sentimentos. Hoje um amigo da Comunidade perguntou se existe alguma forma de comunicar-se através do computador com o uso dos olhos. Sim, existe esta possibilidade, como também através de qualquer som que se possa realizar. Temos alguns programas gratuitos na própria internet, como, por exemplo o Microfênix e o Sistema Falador. É só acessar, baixar e começar a usar. Para quem se interessar pelo sistema eye tech pode entrar em contato com a Simone e ou Moises pelo e-mail: moises@lohmed.com . Eles trabalham com um sistema de controle de computador pelos olhos. Mas, quero lembrar que a planilha com vogais e letras é simples, acessível e muito prática. Pode ser levada a qualquer lugar e permite uma excelente comunicação, para isto, basta apenas, um bom falante e um bom ouvinte.

 

Carinho sempre,

Dra Ana Lúcia Chiappetta

Fonoaudióloga

Doutora em Ciências UNIFESP-EPM

Para adicionar comentários, você deve ser membro de ComunidadeELA-Brasil.

Join ComunidadeELA-Brasil

Enviar-me um email quando as pessoas responderem –

Respostas

  • Bem-vindo ao TOBI

    TOBI é um grande projecto europeu integrado, que irá desenvolver tecnologia prática para a interação cérebro-computador (BCI) que irá melhorar a qualidade de vida das pessoas com deficiência e sobre a eficácia da reabilitação. 

    • Orçamento: € 12 milhões
    • Duração: Novembro de 2008 - Dezembro 2012
    • Coordenador: Ecole Polytechnique Fédérale de Lausanne
    • Parceiros: Technische Universitaet Berlin, Technische Universiteat Graz, Fondazione Santa Lucia, Eberhard-Karls Universitaet Tuebingen, da Universidade de Glasgow, Qualilife SA, Stiftung Orthopaedische Universitaetsklinik Heidelberg, Schweizerische Unfallversicherungsanstalt, Kreuznacher Diakonie, Associazione Italiana per l'Assistenza agli Spastici della Provincia di Bologna da Universidade de Wuerzburg, Medel GmbH.
    • Pessoas de contacto: Prof José del R. Millán

    TOBI irá projetar protótipos não-invasivo BCI que serão combinadas com as actuais tecnologias de apoio e protocolos de reabilitação. Em uma abordagem híbrida usuários podem interação casal cérebro com músculo-base de interação ou pode, naturalmente, alternar entre as diferentes maneiras de interagir.

    Não-invasivo BCI são baseados em eletroencefalograma (EEG) sinais. O EEG é registrado através de eletrodos colocados na cabeça do usuário. Esta tecnologia não é invasiva e só registra a atividade elétrica do cérebro, sem interferir com ele.

    TOBI deverá ter um impacto pela ampliação do uso adequado da tecnologia assistiva BCI, incorporando capacidades adaptativas que aumentam as outras tecnologias de assistência que são combinados com.

    O consórcio identificou quatro áreas de aplicação onde BCI tecnologia assistiva pode ter um impacto real para pessoas com deficiência motora:

    Depois de uma pré-validação clínica do BCI soluções de assistência serão testados e avaliados em situações da vida real por diferentes populações de usuários finais.

    TOBI também vai realizar pesquisas sobre os aspectos filosóficos e éticos da interação cérebro-computador.

     

    http://translate.google.com.br/translate?hl=pt-BR&sl=en&u=h...

This reply was deleted.