Todas as discussões (155)

Classificar por

Trívioletra NETOS

N a vida encanto // abraço acalanto // alegria no ar (2)

É a petala aberta  //  LICOR SABOREADO // força motriz  (1)

T empo sem pressa // só risos e gargalhadas // mundo colorido (4)

O uço no cristal  // macio tonteia // riso tinindo preciso (3)

S o

Saiba mais…
0 respostas

Giram Sóis...

3560423229?profile=original

Giram Sóis

Amarelos giram Sol

Cerúleo escrínio ver_de louco mar azul tornesol

Humildes ao Rei baixam resplendor

                                                                         Chantal Fournet

                                                     

Saiba mais…
2 respostas

Vindima

3560423101?profile=original* * *

VINDIMA

Chiam carros de bois

Vão pesados ao lagar

açúcar pega-cola nas ruas calcetadas

chia que chiam canga vai canga vem

gemem as rodas balançadas

canga de bois juntam dornas e tonéis

regurgitam cachos negros cachos doirados

caracóis d'ouro soltos

suor

Saiba mais…
0 respostas

ACORDAR (Indriso)

3560423318?profile=original

ACORDAR

acordei na fria manhã
fria de luz no céu azul vitral
outonal amarelo-ovo da arvore
   
rubra romã coroada
desmente isolada seu reinado
suspiro branco e ouço
 
         
melros e chapins chilreiam desafiando
      
as nuvens deslizam chegando

Cha

Saiba mais…
4 respostas

POEMA COLETIVO: NOSSOS NETOS

  4760767_ZyAZb.gif 4760766_24ULC.gif 4760766_24ULC.gif 4760766_24ULC.gif 4760767_ZyAZb.gif 4760766_24ULC.gif 4760766_24ULC.gif 4760766_24ULC.gif 4760767_ZyAZb.gif  

POEMA COLETIVO

NOSSOS NETOS

Comunidade ELA-Brasil

12 de outubro de 2014

 Netos...

  SÃO um licor 
que se saboreia 
no fim da refeição da vida.
macio onctuoso forte!  em dose fluída! 


É a minúscula pétala 
k o vento soltou 
e nos olhos e dedit

Saiba mais…
5 respostas

Trívioletra SALTO

S alto do nada // para o agora-existe // na queda crio asas (1)

gora sim // alegre ou triste // cantoria, cambalhota (3)

L iras e lírios //  nos cantos dos campos //  festa à fantasia (4)

T rino hino candura // prima iluminura // juro quando amanh

Saiba mais…
1 resposta

POEMA COLETIVO MÃE (2014)

images?q=tbn:ANd9GcQxSNqyplTsoxkJenF1ma-ZjE9bzTf-W3i4O4dAvtWXBSYiXmY7Hw

POEMA COLETIVO MÃE

(11 de maio de 2014)

Mãe,

uma palavrinha tão pequena,

mas de um valor tão grande!

Como não lembrar das noites em claro,

quando estávamos com nossas dores?

Dividindo a atenção para outros filhos, seus amores!

 

Como deixar de lembr

Saiba mais…
7 respostas