Ó! Chegaste, Primavera!

3560425748?profile=original

 

Ó! Chegaste, Primavera!

 

-- "Ó! Chegaste, Primavera!" --

Esta exclamação é lida e ouvida

Com vários contornos e tons!

Alegria! Surpresa! Tédio…!

Diz o depressivo:

- Renasce a Vida! – Que enfado!

"Quero manter as pantufas enoveladas de nevoeiro,

Quero esse vidro fosco, não ver a nitidez,

Os contornos crus, cores de criança mimada.

Que Enfado, esta vida que aí vem!

Rebenta por todo o lado!

Chega toda esfuziante e apressadinha

Quer mostrar-se, a impertinente menininha!

Pensa que todos estão aí, para aturar seus caprichos!

Desperta com sol a rir para logo a seguir,

Em repentista sem razão, nos mostra a chuvada

Que nos molha e encharca, sem nos deixar chão.

Sem falar do vento, que ela lembra de soprar,

Também sem avisar, essa grande caprichosa!

Porque não é ela como o Inverno, sisudo sério e frio?

Sabemos sempre com o que contar, sem pestanejar!

Que tédio, essa impertinente garota, só vem nos perturbar."

 

Diz o febril adolescente:

_Que bacana que legal! Não tardam os mergulhos na surfada! -

 Enquanto o Entusiasta exclama feliz

Do Renascer da Vida!

Do adeus aos grisalhos enfados diários!

Bem-Vinda Primavera!

3560425831?profile=original

20/3/2018

Chantal Fournet

.

Portugal

Para adicionar comentários, você deve ser membro de ComunidadeELA-Brasil.

Join ComunidadeELA-Brasil

Enviar-me um email quando as pessoas responderem –