Neste grupo as mensagens de luta e esperança são bem-vindas. Sinta-se à vontade para transmitir o seu recado.

25 Members
Join Us!

Cecília Meireles

Um trecho de um poema de Cecília que amo de paixão e faz parte dos meus dias:

"Mas a vida, a vida, a vida, a vida só é possível reinventada"

Para adicionar comentários, você deve ser membro de ComunidadeELA-Brasil.

Join ComunidadeELA-Brasil

Comentários

  •  

    Você já viu um filhote de 

    ouriço cacheiro 

    (porco-espinho)? 
      
    É um fofinho picante. 

    Não deixe de ler a fábula, 

    que é o mais importante...!

     

    fábula do porco-espinho
    Durante a era glacial, muitos animais morriam por causa do frio. 

    Os porcos-espinhos, percebendo a situação, resolveram se juntar em grupos, 

    assim se agasalhavam e se protegiam mutuamente, 

    mas os espinhos de cada um feriam os companheiros mais próximos,

     justamente os que ofereciam mais calor. 

    Por isso decidiram se afastar uns dos outros e começaram de novo a morrer congelados. 

    Então precisaram fazer uma escolha: ou desapareciam da 

    Terra ou aceitavam os espinhos dos companheiros. 

    Com sabedoria, decidiram voltar a ficar juntos.

     Aprenderam assim a conviver com as pequenas feridas 

    que a relação com uma pessoa muito próxima podia causar, 

    já que o mais importante era o calor do outro. E assim sobreviveram. 

    Moral da História
     
    O melhor relacionamento não é aquele que une pessoas perfeitas, 

    mas aquele onde cada um aprende a

     conviver com os defeitos do outro, 

    e admirar suas qualidades.   

     


    ?ui=2&view=att&th=1230c349e0ea05af&attid=0.1&di 
    PORCO ESPINHO 3.jpg 
     

    PORCO ESPINHO 2.jpg 

    PORCO ESPINHO 1.jpg 
     

    PORCO ESPINHO 4.jpg 
     



    Uma excelente semana a todos!

     

     

     

  • Quantum Physics and Meditation
  • > O Pai-Nosso e as Glândulas Endócrinas
    > Para Edgar Cayce, a ação sobre o sistema glandular é o caminho para se obter a cura ou a enfermidade. A escolha depende de como agimos para influenciar as glândulas.> Por Helena Gerenstadt>     De acordo com Edgard Cayce, as glândulas endócrinas são o ponto de contato entre os nossos três corpos. São nelas que se encarnam o espírito e a alma, e é através delas que se atua no corpo físico. Portanto, a cura se inicia no sistema glandular. Segundo Cayce, o sistema glandular é a fonte de todas as atividades humanas, de todas as disposições, de todos os temperamentos e da diversidade das naturezas e das raças.O medo, a cólera, a alegria, quaisquer das energias emocionais estão relacionadas com as glândulas endócrinas, pois as mesmas produzem secreções hormonais que se expandem dentro do organismo. Os olhos, o nariz, o cérebro, a traquéia, os brônquios, os pulmões, o fígado, o baço, o pâncreas, não podem funcionar de forma isolada, mas podem renovar-se dentro do conjunto das funções glandulares.Talvez seja neste ponto que o sistema endócrino seja influenciado pelas atividades da alma e é por este caminho que se encontra o dom do Criador.As glândulas estão relacionadas com a renovação das células, com a degeneração e com o rejuvenescimento, não só da energia física, mas também da energia do corpo mental e do corpo espiritual.É através dessas minicentrais de energia que nosso corpo físico recebe a cura ou a enfermidade. Nossas atitudes mentais não são alheias às nossas atitudes físicas – tais como o nosso falar, o nosso tom de voz, a nossa forma de olhar –, pois todas as glândulas endócrinas estão atuando sobre nosso sistema sensorial.Quando Cayce fala sobre como essas glândulas orquestram todas as atividades do corpo físico – sua forma, suas manifestações, suas percepções –, ele também comenta a respeito dos centros glandulares maiores, ou seja, aquelas glândulas que secretam hormônios como a pineal, a pituitária, o timo, a tireóide, as supra-renais e as gônadas masculinas e femininas.> Existem outras glândulas no organismo, mas correspondem ao que a tradição hindu chama de chacras, que são as chaves da personalidade humana. Cada uma das glândulas corresponde a uma função precisa, a uma vibração colorida, a um elemento da Terra, a um signo astrológico e a uma influência de um planeta.A pituitária é a glândula mais alta do corpo; está relacionada com a luz e se desenvolve no silêncio. A glândula pineal é o ponto inicial para a construção do embrião no ventre da mãe. A tireóide entra em ação quando se deve tomar uma decisão e agir. O timo corresponde ao coração. As supra-renais são o nosso centro emocional e atuam sobre o plexo solar. As gônadas são os motores do corpo físico.Edgard Cayce também explica que, por exemplo, todas as glândulas estão envolvidas no sentimento de cólera. Uma pessoa que está amamentando, tomada por algum estado de cólera, afetará suas glândulas mamárias, e o bebê vai sentir perturbação em suas glândulas digestivas. A reação principal se produz nas glândulas supra-renais. Cayce estima que as enfermidades chegam ao corpo físico através dos venenos segregados nos centros glandulares pelas atitudes negativas. E, no sentido contrário, seria possível encontrar a cura trabalhando-se de uma forma positiva, por meio da meditação. Por exemplo, por meio da oração Pai-Nosso – que encontra correspondência nos centros glandulares. A oração de forma meditativa pode ter um efeito dinamizante sobre as glândulas; é uma busca para compreender como atua a Força Criadora de Deus sobre o corpo.> A pituitária corresponde à palavra Céu;A pineal corresponde à palavra Nome;A tireóide corresponde à palavra Vontade;O timo corresponde à Mal;O plexo solar corresponde à palavra Ofensas;A região do sacro, com as células de Leyden, corresponde à palavra Tentação;As gônadas correspondem à palavra Pão.> Assim, teríamos a correspondência entre os versos do Pai-Nosso e as princip
  • Autistic Artist
  • Ducks blown off their feet by the wind
  • Uma pequena parábola que nos possibilita uma boa reflexão.
    >
    > Uma Fábula Judaica
    >
    > Três mulheres conversando ao lado de um poço.
    > Um velho as escutava.
    > A primeira mulher dizia:
    > - Meu filho é muito forte, lindo, corre e pula.
    > A segunda dizia:
    > - O meu filho canta como os passarinhos e é inteligentíssimo.
    > A terceira mulher nada dizia, então o velho perguntou:
    > - Você não tem filhos?
    > Ela respondeu:
    > - Tenho, mas ele é um menino normal como todas as crianças.
    > As três mulheres pegaram seus potes cheios de água e foram caminhando.
    > No meio do caminho elas pararam para descansar e o velho homem sentou
    > ao lado delas.
    > Logo elas viram seus filhos voltando para perto delas.
    > O primeiro vinha correndo e pulando com sua exuberante beleza, o segundo
    > vinha cantando lindas canções compostas por ele mesmo.
    > O terceiro não vinha pulando nem cantando. Ele correu em direção a sua
    > mãe, pegou o pote cheio de água e levou para casa.
    > Então as três mulheres perguntaram para o velho homem:
    > - O que o senhor achou dos nossos filhos?
    > E o velho homem respondeu:
    > - Realmente, eu acabei de ver três meninos, mas vi apenas um filho.
    >
    >
  • AGIR E ACREDITAR 
    Um  viajante caminhava pelas  margens de um grande  lago de águas cristalinas  e imaginava uma forma  de chegar até o  outro lado, onde era  seu destino.
    Suspirou  profundamente enquanto tentava  fixar o olhar no  horizonte. 
    A  voz de um homem de cabelos brancos quebrou o silêncio momentâneo, oferecendo-se para transportá-lo.
    Era  o barqueiro.
    O  pequeno barco envelhecido,  no qual a travessia  seria realizada, era  provida de dois remos  de madeira de carvalho.
    O  viajante olhou detidamente  e percebeu o que pareciam ser  letras em cada remo. 
    Ao  colocar os pés empoeirados dentro do barco, observou  que eram mesmo duas palavras.
    Num  dos remos estava entalhada palavra... ACREDITAR e no outro AGIR. 
    Não  podendo conter a curiosidade, perguntou  a razão daqueles nomes originais  dados aos remos.
    O  barqueiro pegou o remo, no qual estava  escrito ACREDITAR, e  remou com  toda força. 
    O  barco, então, começou a dar voltas, sem sair do lugar em que estava.
    Em seguida, pegou o remo em que estava escrito AGIR e remou com todo vigor. 
    Novamente  o barco girou em sentidos opostos, sem ir adiante.
    Finalmente,  o velho barqueiro, segurando  os dois remos, movimentou-os  ao mesmo tempo... 
    ...e  o barco, impulsionado  por ambos  os lados, navegou através das águas do lago, chegando calmamente à outra margem.
    Então,  o barqueiro disse  ao viajante:
    Este  barco pode ser chamado de AUTOCONFIANÇA.
    E  a margem é a meta  que desejamos atingir.
    Para  que o barco navegue  seguro e alcance a  meta pretendida, é  preciso que utilizemos  os dois remos, ao  mesmo tempo, e com  a mesma intensidade:  AGIR e ACREDITAR.
    Não  basta apenas acreditar,  senão o barco ficará  rodando em círculos. 
    É preciso também agir, para movimentá-lo  na direção que nos  levará a alcançar  a nossa meta.
    Agir  e Acreditar. Impulsionar  os remos com força  e vontade, superando  as ondas e os vendavais  e não esquecer que,  por vezes, é preciso  remar contra a maré.
    E  você? Está remando  com firmeza para atingir  a meta a que se  propôs?
    Se  o barco da sua  autoconfiança está parado  no meio do caminho  ou andando em círculos,  é hora de tomar  uma decisão  e impulsioná-lo com  força e vontade.
    Lembre  que só você poderá  acioná-lo utilizando os  dois remos: AGIR e ACREDITAR.
    Caso você ainda não tenha  uma meta traçada ou  deseja refazer a sua...verifique  os caminhos que irá  percorrer... 
    ...verifique se as águas que deseja navegar estão protegidas dos calhaus da inveja, do orgulho e do  ódio... 
    ...e, antes de movimentar o barco, verifique se os remos não  estão corroídos pelo ácido do egoísmo.
    Depois de tomar todas estas precauções, siga em frente e boa viagem. 3560534458?profile=original
  • Nesse caminho virtual esbarrei com espinhos que ferem e incomodam.
    Mas nele também existem flores. E uma dessas flores é você.
    Não posso ver seu rosto, nem olhar em seus olhos
    Mas posso sentir o aroma de sentimentos fraternos que exalam do seu coração.
    A expressão do calor humano do afeto e do carinho que trocamos nos momentos que compartilhamos
    são capazes de atravessar fronteiras através da telinha tocar meu coração
    e refletir em minha alma tornando insignificante a distância que se faz entre nós.
    Que Deus me faça sempre presente no seu coração assim como você está no meu
    e me eternize em sua memória.
    Uma ótima noite a todos os meus amigos
  • Vania acredito que a maior contribuição que podemos dar ao próximo é o Amor ,as atitudes que temos, com toda creteza voltaram para nós,então por que não se doar,um pouquinho nem que seja com uma mensagem, alguem pode estar precisando justamente daquela mensagem que "você"deixou.Éassim que penso,bjose muito obrigada por todo apoio!
  • Queridas Élin, Cris e nossa doceTerezinha,
    quantas mensagens lindas e significativas!
    É muito bom recebê-las.

    Beijos de carinho e paz.

    Vania
This reply was deleted.
Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

ABrELA no Engenhão

Jogo Fluminense x Bahia no Engenhão, disputado no sábado, dia 18/06/2011, em homenagem aos ex-jogadores Washington e Mailson, acometidos pela Esclerose Lateral Amiotrófica - ELA. Neste jogo membros da Associação Brasileira de Esclerose Lateral Amiotrófica - ABrELA -, com apoio do Dep. Romário, abriram uma faixa no meio do campo para chamar a atenção para o Dia Internacional da ELA - 21 de JunhoFonte: https://www.youtube.com/watch?v=m49RJjmQyZ8  

Saiba mais…
0 respostas