Tenho uma noticia triste: hoje não sou um indivíduo.

Significado de Indivíduo - é uma pessoa independente em relação aos demais, um ser autônomo definido por sua capacidade racional e força de vontade.

[Biologia] Ser único de uma espécie; ser que se distingue dos demais.

Algumas pessoas creem que se perde a dignidade quando estão com ELA. Penso que estão muito enganadas.

Quando estamos bem de saúde somos indivíduos em homeostase.

Significa, basicamente, que somos indivíduos. Podemos fazer o que nos der na ‘’telha’’. Somos livres.

Quando a ELA se estabeleceu no meu corpo foi a única coisa q perdi: a individualidade.

Não perdi amigos, muito pelo contrário, ganhei amigos verdadeiros!

Veja bem: não me alimento sozinho, não vou ao banheiro sozinho, (quando faço o número dois então, aí fica mais ''brabo'' ainda, alguém tem que me limpar), não tomo banho sozinho, nem consigo falar ao celular porque as pessoas não entendem o que falo, não ando, só rodo, kk, e, bem, a tudo que já estamos bem familiarizados.

Isto, acima, não é um individuo pela definição. Mas não me preocupa a definição, mas, sim, o que tenho em minha definição: a cada dia que amanheço é meu dia.

A minha capacidade racional permanece igual, bem como minha força de vontade, mas na minha força dependo de outros.

Eu me distingo de outros seres humanos porque não existe ninguém igual a mim no universo. Não sou especial, só não sou igual, sou semelhante.

Muitas pessoas, penso eu, criando a impressão que darão trabalho aos outros, creem que dar cabo da vida fará os outros mais felizes. Penso diferente.

Creio que os verdadeiros amigos sentirão falta, muita falta, de nossa companhia, de nossa presença física...

A dignidade é uma opção. Já a individualidade não.

Exibições: 110

Comentar

Você precisa ser um membro de Comunidade ELA-Brasil para adicionar comentários!

Entrar em Comunidade ELA-Brasil

Comentário de Sônia Maria Santos Ferreira em 30 julho 2018 às 15:31

Querido amigo, mesmo uma pessoa sem a ELA é dependente. Por mais que queira negar na sua petulância e soberba, é dependente.

Mesmo porque se esse ser humano estiver com suas faculdades mentais boas, vai dizer: 

- Para eu ser concebido precisei de duas pessoas;

- Ao nascer de médico ou enfermeira para cortar-lhe o umbigo;

- Do peito da mãe;

- Saltando etapas; dos professores para conhecer as letras; e do cartório para continuar sendo um cidadão.

Não vou me alongar neste fato porque sei que ninguém é independente.

Portanto, não é a ELA que te fazes dependente de alguém e sim dos muitos que querem te dar carinho, que reconhecem a alma que está dentro de ti. As almas se identificam; sempre digo isto.

Abraços carinhosos...

Gostei da aula!

Comentário de Maria Lucia Rizzo Smaniotto em 30 julho 2018 às 1:05

Comentário de Vania de Castro em 30 julho 2018 às 0:16

Querido Ridney,

fiquei sem palavras.

Com afeto,

Vania

© 2019   Criado por Vania de Castro.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço